Banner

Blog

Me formei e quero abrir minha própria farmácia, como começar do zero?

Após anos de dedicação aos estudos para se formar, muitos farmacêuticos decidem abrir a própria farmácia para desempenhar a função e investir em um bom negócio. Entretanto, para atuar no mercado é preciso ter um pouco mais de conhecimento a respeito do mundo empresarial.

Assim, muitos profissionais após terem se formado buscam investir no seu próprio negócio como forma de se destacar e exercer a profissão de forma plena. Mas, falta o conhecimento inicial para planejar o empreendimento.

Portanto, nesse guia fácil vamos destacar os principais passos a serem seguidos para iniciar um negócio que venha te trazer resultados positivos. Confira!

 

O que é preciso para montar uma farmácia?

 

Primeiramente, os profissionais precisarão levar em conta uma série de normas técnicas e de recomendações sanitárias para iniciar o empreendimento. Todas essas determinações são reguladas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) através da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC).

Em relação à montagem de uma farmácia, é preciso seguir a regulamentação que consta na RDC n°44/2009, na qual estão estabelecidas todas as regras e condições sanitárias mínimas para o funcionamento do local.

A ANVISA, portanto, é responsável por regulamentar, gerar registros e autorizações, fiscalizar, monitorar e todos os outros aspectos que visam avaliar as condições das farmácias em geral.

Além de controle de medicamentos, como os de classe terapêutica psicotrópica, através da SNGPC, que visa monitorar toda a movimentação de entrada e saída desse tipo de medicamento das farmácias.

 

Regras básicas

 

Além de conhecer os órgãos responsáveis pelo controle da área, também é necessário ter conhecimento a respeito de algumas regras básicas para o funcionamento de farmácias.

Nesse caso, destacamos a respeito da regra que esclarece que o responsável legal pela farmácia não pode desautorizar as orientações feitas pelo responsável técnico. O farmacêutico é o responsável por realizar a estocagem e a dispensação de medicamentos.

Outra obrigatoriedade a ser cumprida é que as farmácias precisam fazer plantões seguindo um sistema de rodízio para garantir que a população de determinados locais tenha a assistência necessária e possa achar estabelecimentos dessa natureza abertos sempre.

 

Qual é o investimento para abrir uma farmácia e seu retorno?

 

Para iniciar do zero uma farmácia, o capital é muito mais alto do que para adquirir um estabelecimento que está disponível no mercado. Além disso, também exigirá um planejamento muito maior por parte do empreendedor.

Mas, para facilitar os processos, alguns pontos podem servir como um guia caso você deseje comprar um estabelecimento já existente:

• Custo do local onde a farmácia está localizada;

• O aluguel precisa ser condizente com as condições da área;

• Fluxo de pessoas na região;

• Transporte público e vias de acesso na localidade;

• Pendências com órgãos públicos;

Todos estes pontos precisam ser levados em consideração caso você opte por desenvolver o seu negócio com base em um já existente.

Quanto ao retorno, de modo geral, uma farmácia de pequeno porte pode ser um negócio bastante lucrativo se for levado de maneira coerente e cuidadosa pelo proprietário. Como se enquadram no Regime Tributário Simples Nacional, o faturamento pode ficar em torno de 360 mil ao longo de um ano.

Entre em contato conosco pelo número 0800 200 5000 e saiba como podemos ajudar a sua empresa.

 

0 Comentários

Como pagar menos impostos sem sonegar?

Você já ouviu falar em elisão fiscal? É uma estratégia com objetivo de diminuir tributos a serem pagos utilizando meios legais sem a evasão fiscal, que traz riscos para a empresa como sonegar impostos.

Saiba mais

Dicas para ter uma empresa mais lucrativa

Quem tem uma micro ou pequena empresa sabe o quão desafiador é aumentar a margem de lucro e garantir melhores condições, confira algumas dicas que podem lhe ajudar

Saiba mais

A importância da inteligência tributária para sua empresa

Você sabe qual é a importância da inteligência tributária para seu negócio? Isso é o que mostraremos a seguir, apontando os grandes benefícios de investir neste conceito para ampliar o lucro e melhorar toda a atuação.

Saiba mais